Dinacharya: as rotinas diárias do Ayurveda

Dinacharya é um conjunto de recomendações dadas pelos textos clássicos do Ayurveda para que você tenha mais saúde e longevidade. Descubra quais são essas recomendações e como colocá-las em prática!

Prefere ouvir o podcast? É só dar o play!

O que é dinacharya?

A palavra dinacharya é a junção de duas outras palavras: din e charya. Din significa dia e charya significa rotina, hábito. Portanto, dinacharya são as rotinas diárias que você deveria seguir para se manter saudável, de acordo com o Ayurveda.

Além do dinacharya, existe outro termo que você precisa conhecer, que é o ratricharya. Ratri significa noite e charya, como você já sabe, significa rotina. Sendo assim, ratricharya são as rotinas noturnas que você deveria seguir para se manter saudável.

Se você é meu aluno ou minha aluna, sabe que eu sempre recomendo uma rotina noturna e uma rotina diurna. E é justamente sobre esses hábitos que a gente vai falar hoje.

1. Acordar no Brahma Muhurta

O capítulo de dinacharya no Ashtanga Hrdayam, um dos textos clássicos do Ayurveda, começa com uma frase que diz o seguinte: Brāhme muhurta uttiṣtetsvastho rakśarthamāyuṣaha.

Essa frase significa que, para ser saudável, você deveria acordar no Brahma Muhurta. Mas o que é esse tal de Brahma Muhurta?

Um muhurta é uma unidade de tempo que tem duração de 48 minutos. O período de 24 horas tem 30 muhurtas, sendo 15 muhurtas entre o nascer e o pôr do sol e 15 muhurtas entre o pôr do sol e o nascer do sol. Isso tudo considerando latitudes próximas ao Equador, onde os textos clássicos do Ayurveda foram elaborados.

O Brahma Muhurta corresponde a dois períodos de 48 minutos antes do nascer do sol. Se o sol nasce às 6h, por exemplo, o Brahma Muhurta começa às 4h24 e termina às 5h12 da manhã. Então, ele não é um horário específico, percebe? é muito mais uma janela de tempo.

O que importa para você é que, de acordo com o Ayurveda, se você quer ter saúde, deveria acordar cedinho, cerca de 1h antes do nascer do sol.

Mas presta atenção: se para acordar antes do nascer do sol você tem que abrir mão de horas de sono, talvez essa não seja a melhor escolha para você.

O sono é um dos pilares da saúde. Por isso, é mais importante que você durma a quantidade de horas que você precisa para descansar do que você ter que abrir mão do seu descanso para acordar no Brahma Muhurta.

2. Observar o seu corpo

Depois que você acordou no Brahma Muhurta, qual a segunda coisa que você deveria fazer?

De acordo com o Ashtanga Hrdayam, capítulo dois, você deveria observar o seu corpo. Auto-observação, autoconhecimento, é o passo fundamental para você ter mais saúde.

Quanto mais você conhece a si mesma e ao seu corpo, mais fácil fica entender o que ele precisa. Por exemplo: se você acorda cansada e entende que dormiu menos horas do que precisava, pode reorganizar a sua rotina para dormir mais cedo. Simples, não é?

3. Cuidar da sua higiene pessoal

Depois de observar o seu corpo, o passo seguinte é cuidar da sua higiene pessoal. Lavar o rosto, escovar os dentes, tomar banho…

Aqui acho interessante te contar que raspar a língua não é um consenso no Ayurveda. O Ashtanga Hrdayam, por exemplo, não comenta sobre essa rotina no capítulo de dinacharya. Outros autores, como o Charaka Samhita, sim.

4. Pingar colírio nos olhos

Dentro das rotinas diárias no Ayurveda, também tem uma prática que a gente chama de añjana. Essa prática consiste em pingar uma espécie de colírio nos seus olhos uma vez por semana para eliminar o excesso de Kapha dosha.

5. Oleação

Os textos clássicos do Ayurveda também recomendam que você faça oleação (abhyanga) diariamente para controlar o Vata dosha e manter o seu corpo nutrido e saudável.

Mas nem todo mundo pode ou deve fazer abhyanga. Pessoas com Kapha dosha agravado, que passaram por terapias de panchakarma ou que têm problemas de digestão não devem fazer a oleação sem a indicação de um profissional de saúde especializado em Ayurveda.

6. Atividades físicas

Depois do abhyanga, você também deveria praticar atividades físicas, segundo o Ayurveda. Isso porque a atividade física ajuda a aumentar o seu poder digestivo, fortalece seus músculos e mantém o seu corpo forte.

E qual seria o melhor horário para essa prática? Segundo os textos clássicos, o melhor horário para a prática de atividades físicas é pela manhã, no horário de predominância de Kapha dosha.

Mas caso você não possa fazer exercícios físicos nesse horário, pode escolher outro momento que seja mais favorável para você. O importante aqui é praticar atividades físicas todos os dias.

7. Banho

Você acordou, observou o seu corpo, fez a sua higiene pessoal, aplicou óleo, praticou atividades físicas e deu aquela suada. Nada melhor do que tomar um banho agora, né?

Só que antes de entrar no chuveiro, você precisa prestar atenção a algumas recomendações importantes do Ayurveda para o seu dinacharya.

A primeira delas é que você não jogue água quente sobre a sua cabeça. Isso porque, segundo os textos clássicos, a água quente enfraquece a força dos olhos e dos cabelos.

Por outro lado, a água quentinha é bem-vinda para do pescoço para baixo, pois apazigua Vata dosha devolve a vitalidade e a força para o corpo.

Outro ponto que você precisa ter em mente em relação ao banho, é que você não deveria tomar banho depois de comer ou quando está com indigestão.

Até aqui, eu te dei dicas práticas de rotinas que estão listadas nos textos clássicos do Ayurveda sobre o dinacharya. Mas o que muita gente não sabe é que as recomendações não acabam por aí.

O capítulo de dinacharya é dividido em duas partes. E a segunda parte, que a maioria das pessoas esquece, é a que fala das condutas éticas e morais que você deveria ter todos os dias para conviver bem em sociedade e ter uma vida harmônica.

8. Respeitar todos os seres vivos

Uma das principais orientações do dinacharya em relação às condutas éticas e morais é que você deveria respeitar e honrar todos os seres vivos, até mesmo os mais pequenininhos, como as formigas e outros insetos.

Servir às pessoas com afeição e carinho, ajudar aos mais necessitados e não praticar violência contra qualquer ser vivo também são atitudes que os clássicos ayurvédicos listam como práticas diárias.

O dinacharya não é necessariamente algo fácil de se fazer, mas é uma bússola que te orienta para viver em harmonia não só com você mesma, mas também com todo o planeta.

E como a missão do Vida Veda é inspirar as pessoas a relembrar a sua natureza e a importância dessa harmonia, eu quero te convidar para o Curso Gratuito A Essência do Ayurveda 2.0. Nele, vou te dar dicas práticas para você começar a transformar a sua saúde aplicando conceitos básicos do Ayurveda no seu dia a dia.

Abraços e lembre-se sempre: SAÚDE É LIBERDADE!

Matheus

3 comentários em “Dinacharya: as rotinas diárias do Ayurveda”

  1. Tenho mudado minha rotina diária,minha alimentação.Já diminui 80% dos lácteos,não como carnes,processados e outros. Gratidão Matheus por ensinar tanto.🙏❤🔥

  2. Francisca Maria Fernandes

    Olá,Matheus! Toda gratidão!Amo todas as suas observações, ou melhor orientações.Tenho procurado viver e aperfeiçoar tudo que aprendi de ayurveda com vc,aplicando em meu dia a dia. E quando alguém me procura,ou com alguma dificuldade, indico seu site.Hj vivo exatamente com o pouquíssumo que conseguir, e o muito que aprendi ao agradecer por vc existir, sobrio, lucido sobre e coprometido com seu DOM. A Infinita Bondade de Deus, quando somos agradecidos e reconhecemos sua Dadiva. Vc é essa Dadiva de Deus, em minha vida, e na vida de muitos. Muito obrigada. Vou preencher o formulário, procurar me organizar pra ñ perder neñum momento do próximo ” A essência do ayurveda 2.0″. Muito Obrigada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.