Como cuidar da sua saúde mental e emocional com Ayurveda?

De acordo com o Our World in Data, 792 milhões de pessoas no mundo têm algum tipo de distúrbio mental, como ansiedade, distúrbios alimentares, depressão, transtorno bipolar. Será que o Ayurveda trata esse tipo de transtorno? Continue lendo para saber como cuidar da sua saúde mental e emocional com Ayurveda.

Entendendo o Ayurveda na prática

Por mais que o Ayurveda já esteja mais conhecido hoje do que há algum tempo, ainda há dúvidas e confusão sobre o que é Ayurveda e o que pode ser tratado por meio dessa medicina milenar. Então, o Ayurveda trata doenças mentais? 

Por mais que os textos clássicos do Ayurveda não citem uma doença específica, como burnout ou esquizofrenia, eles trazem orientações que podem ser aplicadas a praticamente todos os tipos de desequilíbrios que podem afetar um ser humano. Assim, isso inclui também as doenças da mente, chamadas de manas roga, em sânscrito.

Dessa forma, a resposta é simples: sim, você pode cuidar da sua saúde mental e emocional com Ayurveda.

Divisões de conhecimento no Ayurveda

Na Ayurveda, existem oito divisões de conhecimento, chamadas de Ashtanga: ashta significa oito; anga significa partes ou ramos do Ayurveda. 

Uma dessas divisões é chamada de Bhuta Vidya ou Graha Chikitsa, que é onde estão inseridas todas as doenças classificadas como desequilíbrios psicológicos ou psiquiátricos, que, nesta perspectiva, derivam de Rajas e Tamas, os doshas da mente. 

Doenças mentais e os doshas 

Quando falamos em doenças mentais, é preciso considerar que os desequilíbrios de Rajas e Tamas são os principais, sendo Rajas o princípio de atividade e Tamas, o de inatividade na sua mente.  

Rajas e Tamas são as duas energias que regem a mente. Rajas é a energia da atividade, do movimento, da ação, da agitação. Já Tamas é a energia da inatividade, da letargia. Desequilíbrios mentais causados pelo excesso de Rajas são caracterizados, por exemplo, pela ansiedade, pânico, medo excessivo, transtorno do pânico, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), fobias e outros tipos de distúrbios relacionados às emoções.

Já os desequilíbrios mentais causados pelo excesso de Tamas podem ser caracterizados por depressão, apatia, preguiça crônica e outros tipos de comportamentos que afetam negativamente a qualidade de vida das pessoas. 

A saúde mental está em equilíbrio quando esses doshas estão em equilíbrio também. Caso contrário, você pode ter problemas psicológicos ou psiquiátricos. 

Tipos de tratamento

Todas as doenças psiquiátricas passam, basicamente, por três tipos de tratamento no Ayurveda:

  1. Dhi (discernimento),
  2. Dhairya (coragem) e 
  3. Atmadivjnana (o autoconhecimento).

Dhi, em resumo, é você conseguir diferenciar o que é bom e o que é ruim. Quando não estamos aptos a fazer essa diferenciação, o Dhi está prejudicado. A falta de discernimento é um problema também, afinal, quando não discernimos que alimentos nos fazem mal, por exemplo, não deixamos de consumi-los. Além disso, podemos por exemplo permanecer em relacionamentos tóxicos, o que é mais um caso de quando usamos nosso discernimento de forma equivocada. 

O segundo tipo de tratamento seria Dhairya, traduzido como coragem, que se relaciona à ideia de você olhar para o que não quer mais e cortar isso da sua vida. Isso exige, de fato, coragem, pois, mesmo sabendo que algo nos faz mal, é difícil eliminar completamente da nossa vida. Além disso, Dhairya também significa estar diante do maior desafio da sua vida e dizer “vamos nessa!”, ou seja, é a coragem de executar aquilo que você está ciente de que precisa, mesmo que seja necessário passar por desconfortos ou enfrentar um processo desagradável. 

A terceira terapia da mente é chamada de Atmadivjnana, que é o autoconhecimento sobre os quatro elementos fundamentais da vida: o corpo, os órgãos dos sentidos, a mente e quem você realmente é (Atma). 

Nesse sentido, Ayuhu, a vida, em sânscrito, é a união desses quatro elementos. A terceira terapia da mente, então, é o conhecimento sobre a própria vida. 

Três dicas de como cuidar da sua saúde mental e emocional com Ayurveda

1. Auto-observação 

O Ashtanga Hrdayam, um livro de 1500 anos de idade, apresenta como primeira recomendação do Dinacharya o Sharira Chintam Nirvartya, cuja ideia, em geral, significa observar o próprio corpo. 

Sharira (o corpo físico)

Chintam (a atenção)

Nirvartya (quando você realiza alguma coisa) 

Assim, a primeira coisa que você deve fazer ao acordar é colocar atenção sobre o seu corpo e se observar. A orientação não é de observar fatores externos, como redes sociais por exemplo, mas sim o seu próprio corpo, que é um dos elementos da vida. 

2. Meditação 

A segunda dica é a prática de meditação, algo que eu pratico há 23 anos. A meditação nos coloca nesse lugar de auto-observação e da observação ao seu redor e é um instrumento de compreensão da realidade, assim como para atingir objetivos pessoais, de acordo com o local onde você vive e das crenças que tem.

Existem muitas formas de meditar, e você pode descobrir e praticar aquela que fizer mais sentido para você. E eu tenho uma sugestão especial de como começar e seguir essa prática para cuidar da sua saúde mental e emocional: todos os dias, de segunda a sexta, às 6h30 da manhã, eu disponibilizo uma meditação guiada por mim no canal do Telegram do Vida Veda de forma gratuita. Participe da nossa meditação diária aqui!

3. Investir no seu autoconhecimento

De fato, quanto mais você se conhece, mais você tem discernimento para investir no que é bom ou ruim para você. Além disso, passa a ter mais coragem para enfrentar os desafios do seu dia a dia. 

Nós estamos sempre associados às nossas circunstâncias, mudam as estações, mudam as fases da vida, e nós mudamos juntos, afinal, o ser humano oscila. A saúde física, mental, emocional é dinâmica, e não estática. Por isso, quanto mais nos conhecemos, mais estaremos conectados com nossa essência e com o que nos faz bem.

A ciência da vida

Se você quer ter mais conhecimento sobre a vida e o Ayurveda, para cuidar da sua saúde mental, emocional e física, se inscreva no curso gratuito A Essência do Ayurveda 2.0. Nele, eu te conto os conceitos básicos dessa ciência e como ela vem transformando a saúde de milhões de pessoas.

Abraços e lembre-se sempre: saúde é liberdade!

Matheus

0 comentário em “Como cuidar da sua saúde mental e emocional com Ayurveda?”

  1. Ontem comecei um tratamento com um médico que cuida do sono. Lendo este artigo, entendi que tive discernimento de que não deveria continuar tomando medicamentos para dormir, coragem para procurar ajuda e seguir com Sá recomendações do profissional.
    Faço meditação diariamente, terapia e sou cada dia que passa mais adepta do estilo vida recomendado pelo Ayurveda.
    Gratidão imensa ao Matheus e toda a equipe do Vida Veda🐜🔥🌿

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.