Ayurveda usa antibióticos?

O uso de antibióticos e o sistema imune na ótica ayurvédica.

Por Matheus Macêdo e Anelize Moreira.

Pra falar de Ayurveda e o uso de antibióticos, primeiro a gente tem que tentar entender a ideia de antibióticos aplicada pela medicina moderna que vem de um conceito que o próprio nome já diz: “anti-biótico”. Ou seja é uma substância que está atacando outra substância.

Se você tem uma bactéria no seu corpo e você entende que essa bactéria é o gerador da doença, o antibiótico é aquele remédio que vai combater esse microorganismo. Na lógica da medicina moderna, isso é perfeito e se aplica muito bem. Isso começou com a descoberta da penicilina em 1928 pelo médico e bacteriologista escocês Alexander Fleming. Foi aí que a medicina passou a entender a relação dos seres humanos com as bactérias, vírus, parasitas, fungos, mas em uma relação muitas vezes de oposição.

Antes desta descoberta, a gente morria por conta dessas bactérias, porque a gente não tinha como lidar com isso de maneira medicamentosa. Hoje em dia tem e os antibióticos são super importantes. Se você está sofrendo de uma infecção muito grave ou aguda, não tem o que fazer a não ser entrar no antibiótico.

O que acontece hoje é o uso desregrado de antibióticos. As pessoas passaram a tomar antibióticos por tudo, seja por conta de uma cistite, dor na garganta, sinusite…e aos poucos as bactérias foram ficando mais resistentes e chegamos a um ponto que algumas nenhum antibiótico consegue resolver.

Nessa lógica enxergamos a bactéria, o fungo e o vírus como algo que está nos atacando. Então basta a gente descobrir um antídoto contra esses seres e estaremos livres de todas as doenças. Essa lógica não é a lógica que o Ayurveda aplica no tratamento de doenças.

Nos Samhitas não existe o uso de substâncias para contrapor outros seres vivos ou seres invasores. O que a gente faz no Ayurveda é suportar o próprio sistema imune da pessoa, para que a pessoa consiga alcançar o equilíbrio dinâmico que é a posição natural da saúde dela. Então, o Ayurveda já entendia a maneira como hoje a gente fala de microbioma, como relatado no livro 10% Humano.

No Ayurveda a gente entende que o ser humano é um ecossistema que convive com trilhões de bactérias, de fungos, de vírus…e a gente existe em equilíbrio com esses outros seres.

Quem estabelece, o “guardião” desse equilíbrio é o sistema imune. E a lógica ayurvédica está totalmente de acordo com as descobertas mais recentes da medicina moderna.

A alternativa ao uso medicamentoso é fortalecer o sistema imune. No momento que em que você está sendo atacada por um grupo ou você ataca ou você fortalece a defesa. O problema do antibiótico é que ele muitas vezes, mata o atacante e mata a defesa no processo.

Dito isso, vale a pena vocês entenderem também que no BAMS (Bachelor in Ayurveda, Medicine and Surgery), na faculdade de medicina ayurvédica na Índia, a gente importou essa lógica de utilização de antibióticos, então muitas vezes você vai ver que estão usando uma determinada substância e que eles falam: essa é a substância ayurvédica com efeito antibiótico, mas percebe como isso é uma apropriação da lógica moderna? Então a gente está usando a lógica da medicina moderna aplicada a medicamentos ayurvédicos e isso não é medicina ayurvédica, em si. Isso é a medicina alopática, medicina moderna usando medicamentos ayurvédicos.

Quando você faz Ayurveda de verdade, o princípio de atuação é: se você pega uma pessoa doente, você suporta o sistema imune dessa pessoa, o agni dessa pessoa, a capacidade digestiva dessa pessoa, até o ponto no qual, ela consegue lidar com esse problema e reestabelecer o equilíbrio que ela perdeu.

Aí você me pergunta: como faz pra fortalecer o sistema imune?

  • Você deve se preocupar com o sono, pois pessoas que não dormem muito bem e tem o cortisol abalado notoriamente ficam com a imunidade mais baixa.
  • Você precisa se alimentar direito e preferir consumir alimentos que sejam antioxidantes, micronutrientes e fitonutrientes que deem suporte a sua imunidade. Fica a dica de aumentar o consumo de frutas, legumes e vegetais.
  • Pratique exercícios com regularidade. A longo prazo a atividade física fortalece o sistema imune, melhora circulação sanguínea e a entrega de nutrientes pelo corpo.
  • E em quarto lugar, sugiro que você pratique um pouco de silêncio, como meditação, por exemplo. O estresse, ansiedade e as preocupações diárias são diminuidores de imunidade. Então não adianta comer super bem, dormir bem e fazer movimento, se você é estressado e não para observar o seu corpo

E isso são os 4 pilares da saúde. Se você se preocupa com esses quatro, você vai com certeza dar suporte a sua defesa quando ela for atacada.

Espero que tenha ficado claro pra vocês, que não tem uma resposta clara de que a gente não usa antibióticos. Você pode encontrar encontrar médicos ayurvédicos que vão falar sobre antibióticos e remédios ayurvédicos com propriedades antibióticas, mas eu quero que vocês entendam que o parâmetro de raciocínio ayurvédico não entende o corpo da mesma maneira que a medicina moderna.

A gente entende o corpo como um sistema, um ecossistema que vive num equilíbrio dinâmico e que muitas vezes ele sai desse ponto de equilíbrio e a terapia ayurvédica, ela é aquilo que dá suporte para o paciente pra ele mesmo reencontrar o seu equilíbrio.

Por isso que o meu guru ele costuma dizer que ele não cura ninguém, ele trata, a pessoa é que se cura.

1 comentário em “Ayurveda usa antibióticos?”

  1. Pingback: Desmistificando o conoravírus - VIDAVEDA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *